Gravidez

Tanto a azia (refluxo ácido) como a indigestão são frequentes durante a gravidez e tendem a piorar à medida que esta progride.Por volta do terceiro trimestre, a maioria das mulheres grávidas terá sofrido deste problema.

Há duas razões principais pelas quais a azia, e a indigestão em menor escala, são frequentes na gravidez.
  1. A primeira deve-se ao facto de haver um aumento da hormona progesterona que relaxa os músculos. Este relaxamento estende-se ao esfíncter à entrada do estômago. Quando este relaxa, os ácidos do estômago conseguem entrar no esófago e provocar a azia.
  2. Nas fases mais tardias da gravidez, a azia pode ser provocada pela pressão física ascendente causada pelo bebé no tracto digestivo da mulher.
 Os sintomas de azia e indigestão não apresentam riscos maiores para si ou para o seu bebé, no entanto podem ser dolorosos e muito desconfortáveis. Se está grávida e sofre de azia ou indigestão, existem algumas medidas que deve implementar, tais como:
  • ter uma dieta saudável
  • sentar-se e/ou deitar-se numa posição mais direita
Se está grávida deve consultar o seu médico . Os medicamentos Gaviscon e Gaviscon Duefet são adequados a mulheres grávidas.

 

 Tratamentos

Durante a gravidez, é natural preocupar-se com os medicamentos que toma. No entanto, não tem de estar sujeita aos sintomas causados pela azia e indigestão. Os medicamentos Gaviscon e Gaviscon Duefet podem ser tomados durante a gravidez e aleitamento.

 

O que torna Gaviscon adequado durante a gravidez?
Uma das substâncias ativas do Gaviscon é o alginato de sódio que actua pela formação de uma barreira espessa no topo dos conteúdos do estômago e evita que o ácido suba até ao esófago. Isto significa que Gaviscon não necessita de entrar na circulação sanguínea para permitir um alívio eficaz.

Alguns medicamentos poderão afetar o seu bebé. Fale sempre com o seu médico ou farmacêutico antes de tomar quaisquer medicamentos durante a gravidez.

Gama Gaviscon indicada durante a gravidez

Gaviscon Duefet

Dupla ação na Azia e Indigestão.

Compartilhar: